Gelo é bom para Espinha? Veja como Tratar Acne em Casa

Gelo é bom para Espinha? Veja como Tratar Acne em Casa

Quando se trata de cuidar da pele e tratar acne em casa, muitas pessoas perguntam se o gelo é bom para espinha.

Se você sofre com acne, sabe como é difícil encontrar um tratamento eficaz e natural para reduzir a inflamação, a vermelhidão e a dor causadas pelas espinhas.

Uma solução acessível e barata que pode te ajudar é o gelo, que apesar de simples, oferece diversos benefícios para a pele.

Neste artigo, você vai descobrir como usar o gelo corretamente para tratar as espinhas – além de algumas dicas úteis para obter os melhores resultados.

Continue lendo…

 

cuidados-com-a-pele-do-rosto

 

Sim, o Gelo ajuda a Tratar Acne!


 

O uso do gelo no tratamento da acne é relativamente popular.

Por ter propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, vasoconstritoras, antibacterianas e calmantes, o gelo pode ajudar a diminuir a inflamação causada pela acne.

Além disso, o frio do gelo pode contrair os vasos sanguíneos, reduzindo o inchaço e a vermelhidão da pele – o que pode ser especialmente benéfico para espinhas inflamadas e dolorosas.

Veja os benefícios do gelo no tratamento de espinhas:

 

  • Reduz a inflamação e o inchaço das espinhas, diminuindo o tamanho e a aparência delas.
  • Alivia a dor e a coceira causadas pelas espinhas, proporcionando uma sensação de frescor e conforto.
  • Contrai os vasos sanguíneos da pele, reduzindo o fluxo de sangue e o excesso de oleosidade que podem entupir os poros e causar acne.
  • Mata as bactérias que causam a infecção das espinhas, prevenindo a formação de pus e cicatrizes.

 

Além de tratar as espinhas, o gelo também pode trazer outros benefícios para a pele, como:

 

  • Melhora na circulação sanguínea da pele, estimulando a oxigenação e a nutrição das células, o que favorece a renovação e a regeneração da pele.
  • Previne o envelhecimento precoce, combatendo os radicais livres, que são moléculas instáveis que causam danos às células e ao colágeno, responsável pela firmeza e elasticidade da pele.
  • Reduz os poros dilatados, melhorando a textura e a aparência da pele, e prevenindo o acúmulo de impurezas e o surgimento de cravos e espinhas.
  • Clareia as manchas da pele, atenuando as marcas de acne, as olheiras e as hiperpigmentações, que são áreas mais escuras da pele causadas por fatores como exposição solar, hormônios e inflamações.

 

gelo-e-bom-para-espinha

 

Como Usar o Gelo para Tratar Espinhas


 

É importante lembrar que o gelo não “cura” espinhas ou acne. A função dele é fornecer um alívio temporário e ajudar a amenizar o aspecto de irritação da pele.

O ideal é associar o uso do gelo à outros métodos, como a rotina de skincare.

Para usar o gelo na sua espinha, siga os passos abaixo:

 

PASSO 1: Antes de aplicar o gelo, certifique-se de que sua pele esteja limpa. Lave o rosto com água morna e um sabonete neutro, para remover a sujeira e a oleosidade da pele. Em seguida, seque-o com uma toalha limpa.

 

PASSO 2: Evite aplicar o gelo diretamente na pele. Envolva o cubo de gelo em um pano limpo, uma gaze, ou uma bolsa de plástico, para evitar o contato direto com a pele e prevenir queimaduras.

 

PASSO 3: Aplique o gelo na sua espinha de forma suave, por cerca de 10 a 15 minutos, ou até que a pele fique levemente avermelhada. Faça movimentos circulares ou pressione levemente contra a pele, evitando aplicar pressão excessiva.

 

PASSO 4: Retire o gelo e seque a pele com uma toalha macia, sem esfregar.

 

PASSO 5: Depois de aplicar o gelo, permita que sua pele descanse por pelo menos 30 minutos antes de repetir o processo. Repita o procedimento duas ou três vezes ao longo do dia, se necessário, ou até que a espinha desapareça.

 

IMPORTANTE: Se a sua pele é muito sensível, substitua o gelo por água fria. Você pode lavar o seu rosto com água fria pela manhã, ao acordar, e à noite, antes de dormir. Uma boa limpeza facial já te dará bons resultados.

Do mesmo modo, óleos essenciais também podem ajudar a controlar a inflamação. Experimente colocar algumas gotinhas de óleo de melaleuca, lavanda ou patchouli, possuem ótimas propriedades.

Inclusive, existem pesquisas apontando eficácia do óleo de melaleuca em acne ativa, com importante efeito bactericida sobre Staphylococcus aureus, uma das bactérias causadoras desta doença.

 

gelo-e-bom-para-espinha

 

Cuidados ao Usar o Gelo na Espinha


 

Para usar o gelo na sua espinha de forma segura e eficaz, é importante seguir algumas recomendações.

Observe:

 

  • Não use o gelo por mais de 15 minutos por vez, para evitar queimaduras, irritações e danos aos tecidos da pele.
  • Não passe o gelo em áreas sensíveis, como: os olhos, lábios e as mucosas, para evitar lesões e desconforto.
  • Não aplique o gelo se você tiver alguma condição médica que afete a circulação sanguínea, como: diabetes, hipertensão ou doenças cardíacas, para evitar complicações.
  • Não use o gelo se você for alérgica ao frio, para evitar reações adversas, como: urticária, coceira e inchaço.
  • Não passe o gelo se você tiver feridas abertas, cortes ou arranhões na pele, para evitar infecções e atraso na cicatrização da área.

 

O gelo pode ser uma opção eficaz e acessível para o tratamento da acne em casa.

No entanto, é importante lembrar que cada pessoa é diferente, e o que funciona para alguns pode não funcionar para outros.

Se você está lutando contra a acne persistente ou grave, é sempre recomendável consultar um dermatologista para obter a melhor orientação e tratamento.

 

gelo-e-bom-para-espinha

 

Outras Alternativas Caseiras para Tratar as Espinhas


 

Se você não tiver gelo em casa ou não quiser usar o gelo na sua espinha, existem outras alternativas naturais e caseiras que podem te ajudar, como:

 

  • Chá verde: Rico em antioxidantes, anti-inflamatórios e antibacterianos, que podem reduzir a vermelhidão, a inflamação e a infecção das espinhas. Você pode fazer uma compressa com um saquinho de chá verde umedecido em água morna e aplicar na sua espinha por 10 minutos, 2x ao dia.

 

  • Mel: Excelente cicatrizante, que pode acelerar a recuperação da pele e prevenir as cicatrizes causadas pelas espinhas. Você pode aplicar um pouco de mel puro na sua espinha e deixar agir por 15 minutos, antes de lavar com água morna, uma vez ao dia.

 

  • Aloe vera, ou babosa: Planta que tem propriedades hidratantes, calmantes e regeneradoras, que podem aliviar a dor, a coceira e a irritação das espinhas. Você pode extrair o gel da folha de aloe vera e aplicar na sua espinha, deixando secar naturalmente, 2x ao dia.

 

cuidados-com-a-pele-do-rosto-2

 

Dúvidas comuns Sobre o Gelo na Espinha


 

Algumas dúvidas comuns que as pessoas têm sobre o uso do gelo na espinha, são:

 

O gelo pode piorar a espinha?

Não, o gelo não piora a espinha, desde que seja usado de forma correta e moderada.

O gelo pode, na verdade, melhorar a espinha, reduzindo a inflamação, a vermelhidão e a dor.

 

O gelo pode causar queimaduras na pele?

Sim, o gelo pode causar queimaduras se for usado por muito tempo ou em contato direto com a pele.

Por isso, é importante envolver o gelo em um pano ou uma gaze, e não exceder o tempo de 15 minutos por aplicação.

 

O gelo pode substituir outros tratamentos para a acne?

Não, o gelo é uma opção para complementar. Não deve substituir outros tratamentos, como: medicamentos, cosméticos e os cuidados diários com a pele.

O gelo deve ser usado apenas para aliviar os sintomas e acelerar a recuperação das espinhas, mas não pode curar a acne sozinho.

 

cuidados-com-a-pele-do-rosto

Dr. Fernando Achilles

Biomédico Esteta. Especialista em Estética Facial Avançada. Especialista em Cuidados com a Pele. Instagram: @pelederycca.

Related Episodes

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *